Reveillon Mineiro, Dia 05: Santuário Bom Jesus de Matosinhos

IMG_4890s

Depois da correria do dia anterior, deixamos o dia 30 para levantar um pouco mais tarde, cutir o café da manhã com calma e conhecer Congonhas, cidade histórica cuja origem remonta a 1757 com a construção do santuário que dá nome a este post e é a principal atração da cidade: Santuário Bom Jesus de Matosinhos.

Já tinha lido sobre ele aqui e as altíssimas notas dadas pelos visitantes me intrigavam, já que em mais de uma ocasião ouvi falar que os famosos profetas já estavam  bastante degradados pela ação do tempo. Nada que impeça os visitantes de curtir, acreditem. As obras de Aleijadinho e Mestre Ataíde são muito mais bonitas ao vivo.

IMG_4873sSão nada menos que 78 esculturas em tamanho natural, dentre elas os 12 espetaculares profetas dispostos no adro (área externa delimitada) da igreja, feitos inteiramente de pedra-sabão. Suas feições são tão impressionantes que parecem estar vivos. É um trabalho realmente espetacular! Logo abaixo, as capelas que formam a via crucis também são dignas de aplausos. São tão ricas e detalhadas que o passeio entre elas levou quase 1,5h de explicações do guia que contratamos! É um trabalho único, misterioso e impressionante esteticamente. Você pode ser sobre ele aqui, aqui e aqui, mas nada vai chegar perto do que você verá ao vivo. E repito: se você não é versado em arte barroca, nem pensem em economizar no guia. Imprescindível para aproveitar corretamente o passeio.

Na volta, apesar do Restaurante Cova de Daniel bem ao lado, nosso guia recomendou um estabelecimento bem maior e de buffet mais generoso: o Panela de Pedra, que fica na Av. Júlia Kubitscheck, 854. Não chega ao nível dos que experimentamos nas demais cidades, mas sem dúvida vale a visita depois de conhecer o Santuário. E por lá ficamos até o fim da tarde, quando voltamos a Ouro Preto para curtir a noite. Há mais o que ver em Congonhas, mas a cidade não nos inspirou muito a explorar, já que não é charmosa como suas vizinhas, tampouco se preocupou em sinalizar as atrações. O Santuário, entretanto, é muito fácil de encontrar e merece ser visitado.

A seguir, Santuário do Caraça.

Share

0 pensamento em “Reveillon Mineiro, Dia 05: Santuário Bom Jesus de Matosinhos”

Deixe uma resposta